Ano novo e novidade de vida

Conforme se inicia um novo ano, muitos dizem:

“Novo ano, novo você!”. Para isso, planejamos novos projetos, alvos e metas. Queremos alcançar novos objetivos e vivermos novas realidades. E não há nada fundamentalmente errado com fazer planos (Lc 14.28–32).

O problema é quando não consideramos a brevidade e fragilidade de nossa vida e não levamos o Senhor em conta; quando a postura de nosso coração não diz “se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo” (Tg 4.13–17); quando não confiamos as nossas obras ao Senhor, crendo que ele guiará nossos passos (Pv 16.3, 9; 19.21).

O problema é que mergulhado nesse clima esperançoso está disfarçada a enganadora fala motivacional da serpente do Éden: “Você merece! Você consegue!”. Em vez de sermos encorajados a considerar o Senhor e olhar para o que Deus fez em Cristo Jesus, somos incentivados a olhar para nós mesmos e crermos na força do nosso braço — e ano após ano nos decepcionamos e ainda nos perguntamos o motivo!

Então, em vez de buscarmos uma novidade de vida com nossas próprias forças, precisamos considerar o Senhor e ver o que Deus já fez em Cristo para que vivêssemos em novidade de vida.

Em Cristo, somos uma nova criação (2Co 5.17) e uma nova humanidade (Ef 2.15; Cl 3.10); nascemos de novo do Espírito (Jo 3.3) e estamos em uma nova aliança (Hb 8); temos uma nova vida (Rm 6.4) e um novo mandamento para seguirmos (Jo 13.34).

Tudo que precisávamos para viver uma nova vida, Deus já nos deu. Então, precisamos nos perguntar:

Será que nossas definições de “nova vida” estão considerando a obra do Pai em Cristo por meio do Espírito?
Será que nossos planos para 2020, estão considerando o Senhor?
Como viveremos em 2020, considerando tudo o que Deus fez novo em Cristo por nós?
Por Vinicius Musselman Pimentel 


Qualquer dúvida, entre em contato conosco:

Pr.Devitto
Voltar à página principal
👩‍💻 Faça uma pergunta 📞 WhatsApp
Fonte:► voltemosaoevangelho 
https://projetopregai.org/as-mulheres-cristas